Apostolado da Oração comemora 95 anos

 

Dia 1º de fevereiro de 1924 em reunião com um grupo de senhoras sobre a presidência do Frei Manoel Serenhano, 1º diretor espiritual do Apostolado, mais Frei Luiz de Sant’Ana, mais tarde Dom Frei Luiz, foi criado o Apostolado da Oração do Embaré e, em 26 de setembro do mesmo ano, recebeu o Apostolado o diploma de Agregação, tendo o mesmo sido colocado em uma moldura; neste mesmo dia foi nomeada pelo reverendíssimo Padre Diretor a Presidente dona Maria Alves Cezar, sendo sua nomeação recebida com muito agrado por todas as zeladoras. Em março de 1938 o Sumo Pontífice, Papa Pio XI enviou ao Apostolado o Diploma Apostolatum Orationes. No ano de 2019 o Apostolado celebra os 95 anos de sua criação, iremos comemorar na 1ª sexta feira do mês, com Missa festiva e após a Missa realizaremos uma reunião para confraternizarmos. Atualmente o diretor espiritual é o Frei Paulo Henrique Romêro
Os membros do AO recebem a fita, que é o sinal do Sagrado Coração, a cor vermelha é o sangue, a vida de doação plena que o Senhor entregou por cada um de nós, a medalha que tem o Sagrado Coração de Jesus de um lado e do outro o Coração de Maria é para nos lembrar que temos pai e mãe que nos abençoa; o Bentinho é o símbolo do AO e nele está gravado “Venha a nós o vosso reino” isso para lembrar a todo instante que estamos buscando esse reino e por isso temos que usar a fita não como enfeite nem só para mostrar a que grupo pertencemos, mas sim honrá-la como um sinal do amor de Cristo por nós e o nosso por Ele. O nosso dever de apóstolas e apóstolos é oração, trabalho com caridade, humildade e a mansidão, temos que caminhar juntos, para servir melhor, temos que ter paciência com as pessoas principalmente com idosos e doentes, ser apóstolas e apóstolos do Coração de Jesus é o nosso jeito de ser igreja, estar em união com o papa, com nossos bispos e sacerdotes que são autoridades na Igreja, devemos evitar o máximo criar conflitos e confusão na comunidade. Os membros do Apostolado da Oração têm o dever de se inserir nas outras pastorais e movimentos da comunidade, para que com nossa oração sejamos o alicerce. Todos os grupos precisam de oração para caminhar certo e assim também estaremos divulgando o Sagrado Coração de Jesus e espalhando o seu amor a todos e exercendo o ministério sacerdotal universal que recebemos em nosso batismo.

Darci Vieira Branco